Laboratório de Electroanálise e Corrosão

  Instituto Pedro Nunes

A determinação das concentrações dos iões metálicos tóxicos é necessária em empresas e outras entidades com actividade nas áreas do ambiente, química, ecologia e saúde.

A electroanálise é presentemente a única metodologia que permite medir directamente a fracção dos iões livres destes metais, responsável pela toxicidade, provenientes dos diferentes processos industriais ou fenómenos de corrosão.

As espécies a serem quantificadas são reduzidas ou oxidadas na superficie de um eléctrodo, um sensor electroquímico, podendo ser detectadas até concentrações da ordem das partes por bilião - ppb.

Este laboratório desenvolveu técnicas com a  utilização de equipamentos portáteis para uso fora do laboratório, permitindo em poucos minutos fazer o diagnóstico de situações potencialmente perigosas em águas e efluentes industriais, evitando assim custos maiores num futuro próximo.

Poder-se-á complementar a análise com a quantificação laboratorial das espécies, por via electroquímica - sem digestão de amostras, ou outras técnicas analíticas após digestão.

O desenvolvimento de projectos internacionais de I&D, para superar e minimizar os problemas de contaminação ambiental e corrosão, tem sido desde sempre um dos elos de ligação deste Laboratório às Universidades e Industrias no Espaço Europeu Comunitário.